Blogs

A PRODUÇÃO DE LEITE E PANDEMIA DE 2020

Às 21/06 às 19:56

Por um momento como esse na economia mundial ninguém esperava. O mundo foi atingido de uma forma tão surpreendente pela pandemia do covid-19 que possivelmente vamos retroceder décadas nas questões econômicas. Uma situação jamais vista por toda a nossa geração.

E para produtores de leite, indústrias e sociedade, quais as consequências?

No início da pandemia, a incerteza geral. Possível falta de leite nas gôndolas, preço pago ao produtor oscilando de acordo com o mercado, indústrias reajustando preços e formas de coleta. Importante lembrar a dimensão de nosso país, onde a depender de cada região acontecimentos diferentes marcavam essas incertezas. Apesar do agronegócio ser a força motriz de nosso país, os produtores sempre sofrem com a queda no preço, fato que aconteceu de forma generalizada com os produtores de leite. Em muitas regiões as coletas chegaram a ser suspensas.

Aqui eu faço uma reflexão para vocês. Quem produz leite sabe que a luta é da porteira para dentro. Baixar custos de produção, aumentar a produtividade, ser mais eficiente e estar ciente de que quem regula preço de venda do leite é o mercado. E nessa pandemia, infelizmente, não é diferente.

Já temos visto reação de preço em algumas regiões e é claro incertezas sobre a economia continuam mas jamais podemos parar. Que possamos tirar de lição que obstáculos servem para aprendermos importantes ensinamentos. Que estejamos cada vez mais preparados para as tormentas da nossa atividade, dia a dia.

Eu acredito no produtor, acredito na atividade e na força da cadeia produtiva do leite. Produzir um alimento tão nobre para a população é uma missão tão especial e gratificante que nos faz ter forças para jamais desistir, pelo contrário, nos faz ainda mais forte.

Obrigado a você produtor de leite! Obrigado a quem beneficia! Obrigado a quem consome!

Nossa cadeia será cada vez mais forte!

Méd. Veterinário Dênio Machado

#leitesemprefazbem

Dênio Machado

Médico Veterinário, produtor de leite e defensor do consumo de lácteos.

#leitesemprefazbem