Blogs

PRODUZIR LEITE, UM CAMINHO SEM VOLTA

Às 23/07 às 08:57

Todo produtor de leite tem uma história de como começou na atividade, uns nasceram em meio a isto, outros ingressaram ao longo da vida.

Mas todos os que hoje estão produzindo tem uma coisa em comum, a paixão pela atividade, paixão esta que da força para enfrentar qualquer dificuldade.

Aquele produtor que começou com uma ou duas vaquinhas, entregando no vizinho ou de porta em porta na cidade.

Aquele que ganhou uma vaca da avó para começar a criação, quantas histórias tem essa vaca, quanto sentimento envolvido.

Aquele que trabalhou em outra atividade e que cada dinheirinho que sobrava, comprava uma vaca ou uma terneira.

Aquele que trabalhava em fazenda de leite, sempre sonhando  em ter suas próprias vacas, adquirindo muitas vezes do patrão até ter vaca suficiente para começar seu negócio.

Aquele que a mulher começou com as vacas para pagar o rancho e hoje leite é renda maior da propriedade.

Ah meus amigos, só de pensar no começo passa um filme em nossa cabeça, uma mistura de sentimentos, aquele suspiro profundo, uma acelerada no coração e a certeza de que escolhemos a atividade que amamos.

Cada detalhe é um acontecimento, desde uma terneira que nasce, tão lindinha ali, toda atrapalhada para ficar em pé, sem saber mamar, totalmente dependente de nós para sobreviver e para se tornar a vaca que sonhamos(saudável e produtiva).

As novilhas, futuro da produção, como é bom ver elas bem, se desenvolvendo sadias, comendo bem, que maravilha quando estão com tamanho e peso para inseminar precocemente, nos dá a sensação de dever cumprido.

Acostumar elas com a ordenha, com calma e jeito para que ela se sinta a vontade e baixe o leite, fazendo isto de uma forma que elas tenham tanto carinho por nós a ponto de conhecer nossa voz.

Como é bom ver a hora da ordenha elas vindo naturalmente para a sala de espera, exibindo seus uberes cheios e caminhando como se estivessem em uma passarela.

E a tristeza, a angústia quando um adoece, corremos, fazemos de tudo para que ela melhore rápido, renovamos nossas esperanças quando o veterinário fala que ela vai se salvar, e explodimos de alegria quando ela está recuperada.

Tranquilos com o **FDF(ver final do texto), olhar para elas e saber que temos comida estocada para o ano todo, sem precisar racionar, mantendo elas sempre lindas.

É tanto amor que não somos capazes de explicar, apenas sentimos que não vivemos longe delas.

A paixão pode estar escondida pelos desafios, custos, trabalho pesado, barro, mas ela está lá, bem lá no fundo do seu coração a emoção de ver bem os animais, de encher o tanque...

Se você está ingressando na atividade e se identificou com alguma parte do texto, saiba que este é um caminho sem volta, que você começa numa terneirinha e quando vê teu assunto preferido é vaca.

Sorte de quem escolheu este caminho, cuidar bem das vacas, dar carinho, atenção e amor e ter a certeza da reciprocidade.

**FDF é o Fim Da Fome

 

Fabrício Nascimento 

Produtor de leite

Fabrício Nascimento

Fabrício Nascimento 

Produtor de leite e palestrante 

055996636341

fabriciomachadonascimento@gmail.com