Artigo Técnico

A IMPORTÂNCIA DA VACINAÇÃO CONTRA AS CLOSTRIDIOSES

Por Méd. Veterinária Monique Dias Tavares | Às 29/06 às 09:11

Uma das situações mais traumáticas para um produtor, seja de leite ou de carne, é chegar ao galpão, pasto ou estábulo, com o nascer do sol, e dar de cara com seus animais mortos, espalhados pelo chão, todos duros. O coração quase sai pela boca. Aquela sensação de impotência que ninguém explica, nem consegue tirar. Simplesmente é sentar...e chorar.
Não se tem muito o que falar, quando sua propriedade fica em área de tempestades de relâmpagos. É um risco assumido. Mas, quando sua propriedade não está situada em área de raios, ver seus animais mortos subitamente, é algo que afeta não só o bolso, mas também o psicológico de um produtor que ama o que faz. Já foram relatados casos como esse, em programas jornalísticos a nível nacional.
Uma das possíveis causas de tragédias como a relatada são surtos de doenças provocadas por um gênero de bactéria muito conhecido: Os Clostridium spp.
Os Clostridium spp são bactérias com forma de bacilos, também conhecidos por “bastonetes”. Na classificação de GRAM, são positivos. Reproduzem-se por meio de esporulação. Os esporos carreiam o material genético e ficam e estado de latência no solo, na água, em objetos de madeira, metal, cimento. Também permanecem viáveis no pó e na vegetação, principalmente quando o ambiente tem alta concentração de matéria orgânica.
É um gênero com mais de 100 espécies já estudadas. Porém, as mais conhecidas pela patogenicidade são o Clostridium chauvoei, C. perfringens, C. botulinum, C. tetani, C. novyi e o C. sordelii. Em geral, a patogenicidade das espécies de Clostridium spp está relacionada com a toxina produzida por cada espécie. Ou por sua quantidade, ou pela combinação de seus tipos específicos. Em ambas as formas, o animal pode chegar à óbito.
Fazem parte da microbiota normal do trato gastrointestinal dos mamíferos. Em geral, os microrganismos do gênero Clostridium spp são classificados em dois grupos distintos. Os que a patogenicidade está ligada diretamente à interação do organismo hospedeiro com a(s) toxinas produzidas. E o grupo dos que a patogenicidade está diretamente ligada à quantidade do microrganismo dentro do trato gastrointestinal.
As clostridioses trazem prejuízos para muitos criatórios. Seja de bovinos, caprinos, até aves de produção. O descontrole na sanidade do rebanho pode causar perdas catastróficas. Principalmente porque quando ocorre um surto, geralmente a morte não atinge um animal só. Mas todo um lote. E são essas perdas repentinas, em grande número de animais, que realmente assustam os produtores.
Esse gênero de bactéria se sente bastante à vontade em ambientes de anaerobiose. Chegam a se desenvolver melhor e esporular (reproduzir-se) com maior rapidez e facilidade nesses ambientes sem oxigênio.
Os pacientes mais propensos a ter infecção por clostridios são aqueles animais que têm ferimentos profundos, contaminados por sujeira do ambiente, ou aquele que ingere
alimentos fermentados contaminados, como por exemplo, silagens estragadas ou ração mal acondicionada.
Outro fato interessante e já comprovado cientificamente, é que os Clostridium spp. têm vetores ambientais, como, por exemplo, o besouro conhecido como “cascudinho”, o Alphitobius diaperinus (VITTORI et al., 2007); que geralmente povoa os celeiros e depósitos, além das granjas de aves. Gosta muito do ambiente dos dejetos das camas das galinhas. Este material em outros tempos era utilizado também para a alimentação de bovinos.
Essa, entre outras razões fundamentaram a proibição pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, o MAPA, do uso de resíduos de origem animal para a composição da alimentação de ruminantes; não só por causa das doenças causadas por Clostridium spp, mas também por outros agentes patogênicos causadores de zoonoses. O maior perigo é triturar grãos com esse besouro e misturar na ração. Levando o agente contaminante diretamente para o rúmen do animal
Nos animais mais novos, cujo sistema imunológico ainda não está preparado para reagir à presença de grande quantidade dos esporos produtores das toxinas, ou mesmo das próprias toxinas no organismo, acontecem as maiores perdas. Os animais adultos, que já tiveram contato com esse gênero de bactéria são um pouco mais resistentes. Isto porque, em algum momento de sua vida, tiveram os Clostridium spp. e suas toxinas reconhecidos por seu sistema de defesa.
Por isso a melhor forma de evitar perdas e sofrimentos inesperados é o uso de vacinas. Manter um calendário sanitário com vacinas contra as clostridioses da sua região é uma medida bastante inteligente. No Brasil, temos ótimas vacinas contra tétano, carbúnculo, gangrena gasosa, entre outras doenças causadas por Clostridium spp. O custo do investimento é diluído nos ganhos com a produção. Seja de leite ou de carne.
Em um próximo artigo, identificaremos algumas doenças causadas por clostridios e a relação delas com possíveis perdas de produtividade tanto na produção de leite como na produção de carne.


Referências:
MCVEY, D.S; KENNEDY, M; CHENGAPPA, M.M. Microbiologia Veterinária. Ed. GEN/Guanabara Koogan. 3ª Edição. 2016.
MABONI, F; ASSIS, R.A; VARGAS, APC. Ocorrência de Clostridios Isolados no Estado do Rio Grande do Sul Entre 1988 e 2007. Revista Veterinária e Zootecnia ISSN 0102-5716. www.researchgate.net/publications//228626888. 2014.
GOMES, M.J.P. Gênero Clostridium spp. FAVET-UFRGS. 2013.
VITTORI, J; ITURRINO, R.P.S; TROVÓ, K.P.; RIBEIRO, C.A.M.; BARBOSA, G.G.; SOUZA, L.M.; PIGATTO, C.P. Alphitobius diaperinus como veiculador de Clostridium perfringens em granjas avícolas do interior paulista. Departamento de Medicina Veterinária Preventiva da UNESP Jaboticabal, São Paulo. Revista de Ciência Rural, Santa Maria/RS. 2007.


Autora: Monique Dias Tavares, Advogada pós graduada em Direito do Estado; Médica Veterinária.

Mais Vistas
Desenvolvimento das bezerras leiteiras exige fornecimento de sucedâneos lácteos de alta qualidadeA IMPORTÂNCIA DA VACINAÇÃO CONTRA AS CLOSTRIDIOSES Parte III BOTULISMO - Clostridium botulinumManejo nutricional correto de bezerras beneficia produção de leiteA IMPORTÂNCIA DA VACINAÇÃO CONTRA AS CLOSTRIDIOSES Parte II TÉTANO - Clostridium tetaniQualidade do Leite: Conhecimento necessário para alavancar propriedades leiteirasMicotoxinas, o inimigo invisível que pode reduzir os ganhos da sua produçãoSua silagem está protegida do mofo? Trouw Nutrition alerta sobre contaminaçãoOs impactos das micotoxinas na nutrição animal Tristeza Parasitária Bovina (TPB) “Tristezinha”, “Pindura”, “Piroplasmose” ou “Mal da ponta”Leite - 10 recomendações para produzir leite de qualidadeProdução orgânica de leite: o bem-estar bovinoComo fazer manteiga: pasteurização, maturação, batedura, malaxagem, lavagem e salga.Fatores ambientais são importantes na obtenção do valor genético do gado de leite A tradição nutricional dos derivados do leiteO retrato do produtor de leite orgânico no Brasil: agricultor, criador e administrador.APLICAÇÃO DE MEDICAMENTOS DE USO VETERINÁRIOGirolando inova nas pistas e encerra Circuito Megaleite – Etapa Uberaba com maior valorização da raça Pecuarista - saiba como calcular quanto custa o litro de leite produzido em sua fazendaLactose - entenda mais sobre o assuntoProdução de leite orgânico: qualidade do leite e segurança alimentar.Associação de Girolando critica suspensão da taxa antidumping do leite.Girolando divulga programação do Circuito Megaleite 2018/2019 - Etapa UberabaPlanejamento e tecnologia - o segredo para obter bons lucros com a produção de leite Leite a pasto é o sistema mais barato de produção leiteiraDerivados do leite são uma excelente alternativa de renda para o produtor rural!Cruzamentos e melhoramento genético aumentam a produção de leiteGado de leite - saiba mais sobre o melhoramento genéticoFatores que intensificam a produção de leite: conheça-os!Leite - qualidade higiênica do leite cruLaticínios - a importância do consumo do leite e seus derivados para a saúde humana Leite - cor, viscosidade, densidade e acidez STRESS TÉRMICO EM VACAS LEITEIRAS Por que utilizar detergentes específicos para limpeza CIP do sistema de ordenha?Marcas de luxo no setor lácteoGestão da Propriedade LeiteiraComo ganhar a lutra contra os parasitos externos em bovinosPneumonia bovina. Conheça o diagnóstico e como tratarVerminoses em bovinos: Como controlarNutrientes e a melhoria da produtividade do rebanhoPós-dipping: A escolha do produto e sua avaliação são os diferenciais para evitar a ocorrência de novas infecções intramamáriasDiagnóstico e tratamento da mastite clínica bovinaDiagnóstico e tratamento da mastite subclínicaTristeza Parasitária BovinaComo controlar a mastite.Zootecnista explica as vantagens na produção da silagem de milho de grão reidratado.Médico veterinário fala sobre combate e controle estratégico de carrapatos em bovinos de leite.Rinotraqueíte Infecciosa BovinaHipocalcemia nas vacas leiteirasO Leite e a sua riqueza nutricional.Leite: Importante aliado na saúde do cérebroO consumo de leite durante a gestação ajuda na prevenção da pré-eclâmpsiaBeber leite antes de dormir promove uma noite de sono melhor.Mastite AmbientalO umbigo e a saúde das bezerras.
Ver Mais